Lasso minimiza impacto ambiental

A Lasso Eco Innovation é uma marca com um compromisso para com o meio ambiente. E a sua missão não se esgota no fato de fabricar e comercializar produtos que contribuem para a diminuição da poluição ambiental e para a consolidação da política de sustentabilidade dos municípios.

Com efeito, desde o início da sua atividade, em 1992, tem sido preocupação fundamental da Lasso minimizar o impacto da sua atividade no ambiente, o que levou a empresa a adotar práticas que visam otimizar o consumo dos recursos naturais e prevenir a poluição ambiental. Por essa razão a empresa persegue uma estratégia com base em princípios de qualidade e de preservação do ambiente, adotando uma cultura de empresa que é vivenciada diariamente por todos os seus colaboradores.

A política ambiental implementada pela Lasso Eco Innovation assenta num conjunto de princípios fundamentais, entre os quais se destaca a certificação do seu Sistema Integrado de Gestão da Qualidade e Ambiente segundo os referenciais normativos ISO 9001:2015 e ISO 14001:2015, sujeito a uma revisão permanente da sua eficiência e eficácia, assim como o cumprimento dos requisitos estatutários da legislação ambiental, legislação geral aplicável e boas práticas de negócio relevantes para a atividade da empresa. Também a sensibilização dos colaboradores, clientes, fornecedores e restantes parceiros de negócio para a importância da preservação do ambiente integra esses princípios, assim como toda a reorganização dos processos com vista à utilização racional de matérias-primas e recursos naturais, e à reutilização e reciclagem de resíduos decorrentes da atividade.

Neste último ponto, importa salientar que, ao nível do consumo energético, a Lasso registou no último ano uma redução de 8% do consumo de energia da rede em função da atividade. Esta redução foi possível dado o aumento de utilização de energias renováveis por parte da empresa, designadamente de energia fotovoltaica, que confere à empresa uma taxa de autonomia energética de cerca de 32% (através dos painéis fotovoltaicos instalados pela empresa em 2017).

Este ano a Lasso reforçará ainda mais a utilização de energias renováveis, através de um investimento adicional com o intuito de duplicar a capacidade de produção fotovoltaica.

Acresce ainda o fato de a empresa ter aumentado a sua frota de veículos elétricos, o que também vem contribuir para a redução de consumo de combustíveis fósseis e, consequentemente, para minimizar a pegada ecológica da Lasso e dos seus produtos. Atualmente, pode afirmar-se que mais de 70% de energia consumida pela sua atividade provém de energias renováveis.

Relativamente ao consumo dos recursos naturais e à utilização de plástico, a Lasso tem dedicado parte do seu investimento em I&D ao desenvolvimento de produtos que contemplam a utilização de materiais reciclados e recicláveis na sua produção. É o caso dos contentores revestidos por “Imitação Madeira”, um revestimento produzido a partir de material plástico 100% reciclado, ou das novas tampas e tapetas, produzidos com plástico reciclável.

“Assumimos desde sempre um compromisso com a preservação dos recursos naturais e com a sustentabilidade e, com a nossa política ambiental e o desenvolvimento de produtos que respeitam o meio ambiente, caminhamos rumo ao nosso objetivo “carbono zero” e contribuímos para o desenvolvimento de uma economia circular e sustentável”, afirma Pedro Martins da Costa, CEO da Lasso Eco Innovation.