Novos ecopontos Lasso em Santa Comba Dão

No âmbito de uma candidatura da Associação de Municípios da Região do Planalto Beirão ao POSEUR, o município de Santa Comba Dão acaba de instalar cinco novos ecopontos com contentores Lasso. O desafio apresentado à Sopsa pela autarquia foi o de aumentar a recolha seletiva e diminuir drasticamente a quantidade de resíduos sólidos urbanos depositados em aterro, bem como reduzir significativamente os custos operacionais de recolha, minimizando simultaneamente a pegada ecológica.

Para esse efeito, foram instalados 20 contentores semienterrados Lasso PE, para resíduos indiferenciados, vidro, papel e embalagens, em várias zonas da União de Freguesias de Santa Comba Dão e Couto do Mosteiro:  Av. Vasco da Gama; Parque Estacionamento do Mercado Municipal; Rua Dr. Tavares Festas; Largo Dr. Salazar e Rua Lauro Gonçalves.

A opção do município de Santa Comba Dão pelos contentores semienterrados Lasso privilegiou os inúmeros benefícios que estes apresentam comparativamente a outros equipamentos, designadamente:

- mais funcionais para o utilizador (acessibilidades e o facto de reunirem num único espaço contentores para resíduos sólidos urbanos valorizáveis e para indiferenciados)

- maior volume de deposição e redução na ocupação do espaço público

- maior salubridade (melhoramento das condições de higiene, nomeadamente a emanação de maus odores)

- melhor capacidade de integração, favorecendo a imagem urbana da cidade

De acordo com Sandra Silva, da Divisão de Obras Municipais e Ambiente daquela autarquia, trata-se de um investimento que “vem dar resposta às necessidades da população, proporcionando um melhor serviço aos munícipes e, deste modo, dar um grande salto qualitativo na recolha seletiva de resíduos sólidos urbanos, promovendo o cumprimento das metas de reciclagem de resíduos urbanos impostas pela União Europeia”. Ainda segundo Sandra Silva, esta é também uma forma da autarquia contribuir para a promoção dos valores ambientais locais, para a melhoria da qualidade de vida das populações e para a sustentabilidade ambiental, e de criar uma imagem de inovação no concelho.